terça-feira, 12 de maio de 2009

Porquê Monte Kurama?


Este foi o local onde o Mestre Mikao Usui permaneceu por 21 dias, meditando e desta forma
descobrindo a conexão com Reiki, a Energia Universal.
Dessa forma também uma associação que consiga reunir, sem restrições e respeitando os
princípios universais do Reiki, praticantes de Reiki torna-se também um espelho desse local
tão importante para nós.


A História do templo Kurama


O templo Kurama teve a sua origem em 770DC quando Gantei, um monge budistas, teve um
sonho onde era guiado a um lugar sagrado, na sela de um cavalo branco. Ele seguiu as
instruções do sonho e o cavalo levou-o ao sopé da montanha. Subindo a montanha, ele foi
atacado por um demónio-fêmea mas acabou sendo socorrido pela divindade Bishamonten. Em
gratidão, Gantei construiu um pequeno templo a Bishomonten no local do seu salvamento. 26
anos depois, Isendo Fujiwara, responsável pela construção do templo Toji, foi também guiado
na sela de um cavalo para a montanha, com a intenção de construir um templo a Senju
Kanzeon Bosatsu e descobriu o pequeno templo erguido por Gantei. Num sonho revelação,
Fuhiwara viu que havia uma conexão fundamental entre Bishamonten e Senju Kanzeon. Como
resultado ele reformulou o templo de Gantei para albergar as duas divindades. Diz-se que o
templo ficou conhecido como KURAMA-DERA (templo "sela de cavalo") por Gantei e Fujiwara
terem sido guiados para lá numa sela de cavalo. Ao que parece a montanha foi chamada
Kurama pelo templo que lá foi erguido e não o contrário.

(Associação Portuguesa de Reiki - Monte Kurama)

Sem comentários:

Enviar um comentário